domingo, 28 de dezembro de 2008

ACORDAR COM OS PÉS DE FORA

.

Quando acordamos com os pés de fora dizem que ficamos rabugentos, zangados, vimos tudo com maus olhos, só sabemos é chatear… Pois, pois. Então e quando não acordamos com os pés de fora e estamos bem dispostos, tomamos um bom pequeno almoço e uma boa banhoca, fazemos a barba e pomo-nos cheirosos e felizes, porque é que acabamos por dar connosco mal humorados, rezingões, a ver tudo numa lástima?

Cá para mim é por causa desta coisa que inventaram chamada jornais na internet e também pela outra coisa chamada televisão com notícias, rádio com notícias, notícias, más notícias é o que é. Claro que ficamos mal dispostos com tão más notícias a martelarem-nos as cabeçorras.

No médio-oriente já lá vão mais duzentos e muitas pessoas para a quinta dos anjinhos por causa de uns malucos que acharam por bem bombardearem-se uns aos outros na faixa de Gaza. Duzentos e muitos mortos e centenas de feridos, muitos deles também acabarão por morrer ou ficarem estropiados. Os do Hamas bombardeiam com fisgas os israelitas vão de avião e largam bombas por tudo que é sítio. É uma luta desproporcionada que acho que sempre tive muita dificuldade em entender, apesar de achar que Israel representa muito melhor o mau da fita, o sacana, o FP, que os palestinianos. Mas pelo que vejo também existem facções palestinianas que parecem ser tão boas em sacanice quanto Israel. Admiro-me é que uns e outros se acobardem a não combaterem no deserto, longe das pessoas, das vilas e cidades. Olhos nos olhos com baionetas e abram monas e barrigas à descrição. Matem-se uns aos outros e talvez se acabe com a raça de merda que só está bem a causar desgraças.

Em África é aquilo que já sabemos. Nem dá para aprofundar. Agora foi na Guiné-Conacri, mais um golpe de estado seguido da morte de Lansana Conté, um maioral de lá a quem Nino Vieira foi render homenagem no funeral. O Nino Vieira do paraíso das drogas, a Guiné-Bissau. A isso nunca mais põem cobro, vá droga que é aquilo que está a dar! Já nem me espanta que ONU, UE, EUA, ladrem mas deixem tudo andar como antes, ou seja, abençoam Vieira e estado de droga, pois então! Depois não digam que nos estados, nos governos ditos democráticos – português, p.ex. - não há os que fazem part-time no interesse dos cartéis da droga. Há e ainda fazem mais nos seus próprios países, cerceiam a possibilidade a muito toxicodependente de se tratar na hora atrasando-lhes os atendimentos, os apoios. Depois digam que não recebem nada por isso, por manterem os viciados. Quero dizer, ao que parece há manigâncias nos próprios serviços de “recuperação” e “apoio” aos toxicodependentes. Se assim não fosse atendiam-nos na hora e tratavam-nos, não era? Era, era… mas não é! Fala quem já viu e ficou atónito.

Das Américas nem vou falar. O Obama é o maior. Anda tudo cheio de muitas e boas esperanças. Desiludam-se. O homem já se está a rodear de bons merdosos na sua equipa. É o que dizem. Claro que os USA, os norte-americanos, são um grande país. A alguns anos distanciados da segregação racial que por lá se viveu no duro e agora elegem um presidente arraçado de negro, descendente de quenianos, salvo erro. Tiro o meu chapéu, por isto, ao povo americano! O pior é as outras coisas. A mania de polícia do mundo, as cowboiadas que ceifam vidas que se fartam, que lixam a vida a imensos povos do mundo… A porcaria toda que sabemos. Disso é que me admiro que o povo americano não se livre. Mandem os gajos da Wall Street e similares para a guerra, caraças! Eles que batam lá com os cornos e que morram!

No Canadá, mais a norte… Já repararam que é um país que sai sempre por cima apesar de andar sempre de mãos dadas com as políticas norte-americanas e irem a todas as guerras e mais algumas desde há mais de vinte anos? Sabem que têm lá cidadãos canadianos a sofrer de stress de guerra que é mato e que os tratavam à bruta? Cá para mim é um país governado por grandes cínicos, como quase todos. Mas este dá ideia que faz as coisas à sonsinho, como quem não quer a coisa parte a loiça toda mas sai de fininho e quase ninguém dá por ele. Esperteza saloia.

A América latina vai bem. Cuba está a democratizar-se… “devagarinho que tenho pressa”. Chavez lá continua e até é grande amigo do sacana portuga Sócrates, só por isso já me descaiu. Os outros países são sempre o mesmo, que eu dê por isso – caso contrário informem-me s.f.f. – continuam o quintal dos EUA, tirando o Evo Morales e… a sério não sei de mais.

O Brasil. O Brasil tem tido uma grande sorte em minha opinião, por aquilo de que me apercebo. Lula tem sido um presidente muito razoável, em certas coisas até tem sido muito bom. Claro que depois temos sempre as mesmas cenas. É o fosso social e económico que não se encurta, antes pelo contrário, é a saúde e educação que se complica demais para os de menos ou nenhumas posses. É a criminalidade normal dos perrapados, dos excluídos. A criminalidade ainda mais grave dos polícias e ex-polícias mas que afinal são uns grandes bandidos… É um sem número de padecimentos do povo singelo que não está a ser devidamente curado mas que melhorou em alguns aspectos. Fruto não só de Lula mas também de muitos municípios que estão muito mais atentos aos problemas sociais. Uns sim, outros não, mas a coisa está a andar para melhor. Disseram-me. Certo ou errado, quem pode avaliar são os brasileiros e de entre eles há opiniões divergentes. É sempre assim, menos na China – falas, levas!

Agora já estou farto de escrever. É uma boa terapia. Já não estou tão mal disposto. Desabafei um bocadinho, pouco, mas deu para alguma coisa. Quando me der na gana voltarei com esta lenga-lenga. Até lá, aos dois ou três que aqui vierem aturar estes disparates. Façam como eu, almocem bem. Hoje vou vingar-me nuns chocos com tinta, cheios de graxa, e lambuzar-me ao ponto de me confundirem com um negro. E eu ralado, desde que não me confundam com o Obama, com o Mugabe ou com o Eduardo dos Santos até gosto!
.

2 comentários:

nike dunk disse...

Very good!

贵州信息港休闲游戏中心 disse...

A friend of mine told me to come here can find what I want, I come, did not let me down, I like these things, very meaningful!