quarta-feira, 2 de junho de 2010

JORNALISTAS, UMA PROFISSÃO EM EXTINÇÃO

.

A FORÇA DA RAZÃO, SEMPRE ACIMA DA RAZÃO DA FORÇA

É sempre chocante saber que o desemprego invade centenas de milhares de lares portugueses, em números oficias. Mais chocante é sabermos que há imensos portugueses que nem se inscrevem nos Centros de Emprego e que por isso não contam para as estatísticas.

Há ainda centenas de milhares em regime de subemprego, a receber remunerações de miséria. Esta realidade significa que talvez existam mais de milhão e meio de portugueses em regime de desemprego - porque trabalhar 2 ou 3 horas por dia e receber uma miséria é nada, é desemprego.

Cada vez mais este flagelo do desemprego toca a todos, a todos menos aos políticos, aos deputados e/ou ex-deputados, ex-ministros e secretários (as) de estado, autarcas, etc. Seres “superiores” com filiações partidárias nos partidos do poder que saibam tomar posição, não tomando posição, mas tomando posição, favorável aos seus líderes e aos interesses de quem eles saibam ou pressintam que é ou vai ser ganhador em eleições ou no que quer que seja. O desemprego toca menos os que conseguem descartar-se da coluna vertebral e mais os que ainda a mantém e não rastejam, não se sujeitam a serem subhumanos de pensamento e atitudes. Os indivíduos que são diretos, apesar de assertivos, têm cada vez menos lugar nesta sociedade de lobbies, de partidos políticos, de corporações, de seitas, de máfias. Mais que outros, esses, estão no desemprego. Podem alegar que assim e que assado, que não senhor, por isto e por aquilo… Podem alegar, mas não corresponde à realidade. Aliás, os que podem alegar são sempre os mesmos. Os políticos que se governam e governam amigos e aliados, desgovernando-nos e arrasando países e povos. É aquilo que o PS e o PSD andam a fazer, e o CDS também, menos, mas também. Se chegasse a oportunidade, provavelmente, também seria o que fariam os outros partidos que se têm mantido afastados do Poder político maior.

A classe dos jornalistas, dos trabalhadores dos órgãos de comunicação social, também é uma das que vem sendo visada sistematicamente para ser a Voz dos Donos e produzir “produto branco” intoxicante mas de pleno interesse dos “senhores do país”, dos “senhores do mundo”. Porque isto é o que acontece globalmente. Em vez de trabalhos jornalísticos, estamos cada vez mais a assistir a trabalhos redactoriais de escribas enfeudados ao topo da pirâmide social, aos políticos desta ou daquela cor, aos que decidem, aos grupos económicos, a toda essa seita. Escribas, tal e qual como ocorriam na pirâmide social do milenar Egipto, por exemplo. Mesmo os profissionais (nem só no jornalismo) conscientes de quanto os estão a subjugar e a desvirtuar a sua profissão, concluem que têm de aquiescer para garantirem as suas sobrevivências e das suas famílias. Há os que não aquiescem, os sem preço. Há, esses, há muitos anos que já não são jornalistas. Redactores? Há também os que já não são jornalistas mas sim assessores. Oh, esses, os da mama!

Saber que há jornalistas, repetindo: JORNALISTAS, no desemprego e que são os escribas que ocupam os lugares destes profissionais, substituindo-os para produzirem produto domado, das conveniências de grupos financeiros e/ou seus executantes político-partidários, deixam siderado e indignado qualquer individuo consciente da realidade.

A prova? Eis aqui, já a seguir, uma. Muitas mais existem. Razão para acabarmos os dias indignados e tristes, mas sempre com a verdade afiada e a chama da luta acesa.

ORLANDO CASTRO – A FORÇA DA RAZÃO ACIMA DA RAZÃO DA FORÇA

Jornalista desempregado…

Depois de 36 anos de profissão, 18 dos quais ao serviço do Jornal de Notícias (Porto – Portugal), estou há mais de um ano a tentar aprender a viver sem comer (desemprego). Antes que se descubra que é uma missão impossível, preciso de trabalho.

Se alguém tiver por aí uma vaga, faça o favor de me avisar (orlando.s.castro@gmail.com).
.
Obrigado!

Orlando Castro
Jornalista (CP 925)

A força da razão acima da razão da força

http://www.altohama.blogspot.com/ - http://www.artoliterama.blogspot.com/ - http://www.orlandopressroom.com/
.

3 comentários:

Orlando Castro disse...

Obrigado, meu Caro. Obrigado em meu nome, em nome de muitos outros Jornalistas e, também, de todos os que estão no desemprego por terem cometido o crime de terem coluna vertebral.

Orlando Castro

Pepe444 disse...

Otimo Blog! Felicitações vindas de PORTUGAL

Visitem o meu blog também :) http://artmusicblog.blogspot.com/

Anónimo disse...

Nem de propósito. Uma sugestão: E que tal averiguarem, se for possível, a razão pela qual o Alto Hama está de partida... sem regresso provável?